• sliderock2

Esteroides anabolizantes

HISTÓRIA DOS ESTERÓIDES ANABOLIZANTES SINTÉTICOS

Os esteróides são substâncias que já vem sendo usadas por muitos anos.

Quando vencer era importante, atletas só se preocupavam em combater seus rivais, nunca pararam para distinguir o "natural" do "artificial".

Na antiga Grécia, muitos campeões olímpicos devem ter perdido sua glória por ter ingerido testículos de carneiro (principal origem de testosterona). Os africanos usam plantas desde a antigüidade para afastar a fadiga e o cansaço, os noruegueses Vikings comiam fungos para se manterem acordados e descansados para as suas batalhas e conquistas pelo alto mar.

O primeiro caso moderno documentado de doping aconteceu em 1865, com Deutch, que usava estimulantes afim de melhorar a sua performance na natação. No séc. XIX, de acordo com os jornalistas, os ciclistas europeus estavam se drogando com "produtos milagrosos" originados da cafeína para uma camada de cubos de açúcar, com a finalidade de acabar com a dor e a exaustão dos esportes.

Os esteróides são conhecidos desde 1935, mas menos como substância e mais como um para efeito dos andrógenos. A sua aplicação no esporte teria começado em 1954, com os atletas russos. Seu uso foi vedado pelo COI em 1976, sendo usado com mais freqüência pelos leigos.

O QUE SÃO ESTERÓIDES ANABOLIZANTES

"Os esteróides são hormônios, responsáveis pela harmonia das funções primordiais do organismo" (Guimarães neto). Podemos também chama-los de "anabólicos, que são hormônios esteróides da classe dos hormônios sexuais masculinos, os andrógenos" As propriedades anabólicas desde hormônios aceleram o crescimento, elevando a taxa de massa muscular. O uso de esteróides anabólicos eleva principalmente: a força, a aceleração e a explosão muscular. Se por um lado os esteróides beneficiam no desempenho, eles oferecem riscos seríssimos a saúde."

CATEGORIA DOS ESTERÓIDES ANABOLIZANTES

São três as categorias dos esteróides anabolizante:

Andrógenos
Cortisona.
Estrógenos (Hormônio Feminino)

É produzido no ovário e é o responsável de produzir os caracteres sexuais femininos.

Andrógenos( Hormônio Masculino)

São produzidos no testículos e são responsáveis pela produção de características sexuais masculinas.

Esses dois hormônios são produzidos em ambos os sexos havendo apenas uma predominância dos estrógenos nas mulheres e andrógenos nos homens.

Cortisona

É produzida pelos dois sexos, e tem efeito analgésico e antinflamatório.

"Os esteróides anabólicos são um subgrupo de andrógenos"
(Guimarães Neto).

Podemos entender que existem nessas substâncias propriedades andrógenas e anabólicas em diferentes níveis, dependendo do anabolizante.

TIPOS DE ESTERÓIDES ANABOLIZANTES

Foram produzidos vários tipos de esteróides anabólicos pela indústria farmacêutica

Supositórios
Cremes
Selos de fixação na pele e sublingual
Os mas consumidos são os: orais e os injetáveis.

Orais

Via comprimido, na sua ingestão passa pelo estômago, é absorvido pelo intestino, processado pelo fígado, então vai para acorrente sangüínea.

Como o fígado é responsável pela destruição de qualquer corpo estranho no organismo, vários esteróides estavam sendo destruídos através de um processo chamado 17 alpha alcalinização.

A alcalinização provoca uma sobrecarga no fígado que acaba danificado por um esforço para combater algo que não consegue processar.

Injetáveis

Os esteróides injetáveis são menos nocivos do que os orais, por não passar por um processo de alcalinização. Esse tipo de esteróide passa pela corrente sangüínea via muscular, e umas das vantagens é que a base oleosa permanece na corrente sangüínea com uma longa duração, visto que o óleo demora para se dissipar no local da aplicação devido a sua viscosidade. As desvantagens dos anabolizantes injetáveis é que são mais tóxicos para os rins e são desconfortáveis devido a sua forma de aplicação: "injetável".

EFEITOS DOS ESTERÓIDES ANABOLIZANTES

Podem aumentar a força ou contrabilidade da célula muscular, através do aumento do aumento do armazenamento de fósforo creatino. Essas substâncias ajudam a repor o ATP ("Moeda energética"), que é a principal fonte de energia para o músculo. Isso ocorre em uma complexa seqüência de eventos denominados CICLOS DE KREBS, que depende de várias enzimas.

Promovem balanço nitrogenado positivo. essa é mais uma forma de aumentar a força muscular e também o volume.

O nitrogênio é conhecido como o componente de crescimento na proteína.

Aumentam a retenção de glicogênio. Essa substância deriva da quebra de carboidratos que é a fonte secundária de energia para o músculo, tão logo tenha se esgotado as reservas de ATP.

Favorecem a absorção de aminoácidos, que são estruturas necessárias para a formação da massa muscular.

Bloqueia o cortisol, que é um hormônio catabólico liberado após um treinamento árduo e por stress emocional. Esse hormônio pode suprir a produção natural de testosterona do organismo, já que estes são antagônicos e confrontam-se em uma batalha para decidir se o músculo iria crescer ou irá definir-se.

ALGUNS EFEITOS COLATERAIS DOS ESTERÓIDES ANABOLIZANTES

Segundo Guimarães Neto, o principal culpado pelos efeitos colaterais provocado pelo uso de anabolizantes é um hormônio denominado: DIHIDROTESTOSTERONA(DHL).

Os efeitos indesejáveis provocado por essa droga são:

Calvície
Hipertrofia Prostática
Acne
Agressividade
Hipertensão
Limitação do Crescimento
Virilização em mulheres
Aumento do Colesterol
Ginecomastia
Dores de Cabeça
Impotência, e Esterilidade
Insônia
Hepatoxidade
Problemas de Tendões e Ligamentos
1. Calvície: O DHL, faz com que o folículo capilar pare de crescer cabelo;

2. Hipertrofia Prostática: O DHL, tem um papel importante no mecanismo de aumento prostático, podendo levar o consumidor a impotência;

3. Acne: O DHL, faz com que as glândulas sebáceas produzam mais óleo, isto é combinado com as bactérias do ar e pele seca formam a acne;

4. Agressividade: É a causadora deste estado por ser uma droga muito andrógena;

5. Hipertensão: Isso ocorre, pois os esteróides provocam grande retenção de água, inclusive no sangue, fazendo que este aumente de volume, em conseqüência de pressão;

6. Limitação do Crescimento: Alguns tipos de esteróides usados em longa duração ou em quantidades abusivas, tem como efeito colateral o fechamento prematuro dos discos de crescimento localizado nas epífise ósseas;

7. Aumento do Colesterol: Os esteróides tem como efeito colateral o acumulo de LDL e diminuição do DHL. ( Os esteróides anabolizantes são um tipo de colesterol);

8. Virilização em Mulheres: Pode ocorrer nas mulheres que utilizam esteróides o crescimento de pelos, engrossamento da voz, hipertrofia do clitóris e amenorréia;

9. Ginecomastia: Excessivo desenvolvimento dos mamilos em indivíduos do sexo masculino, que é conhecido popularmente como "TETA DE VACA";

10. Dores de Cabeça: Também é ocasionada em função dos esteróides mais androgênicos e dos efeitos da elevação da pressão arterial;

11. Impotência e Esterilidade: No início do tratamento com esteróides, o homem passa por uma fase de excitação sexual com o aumento da freqüência das ereções, entretanto dura por apenas algumas semanas, isto se reverte gradualmente até a perda do interesse sexual. Esse desinteresse é o resultado da redução da produção de testosterona devido a elevação excessiva de testosterona no corpo;

12. Insônia: Os anabolizantes tem um efeito de estimulante no sistema nervoso central, que provoca insônia;

13. Hepatoxidade: O fígado é prejudicado ou lesionado pelos esteróides mais tóxicos, porem estas lesões são reversíveis tão logo o uso seja interrompido;

14. Problemas de Tendões e Ligamentos: Os esteróides anabólicos faz com que os músculos se desenvolva rapidamente, e este desenvolvimento não é acompanhado pelos tendões e ligamentos que se desenvolvem lentamente, isto causa problemas para tendões e ligamentos como: inflamação, inchaço e até ruptura.

Há muitas maneiras de ficar forte e volumoso, o melhor é você ter uma boa alimentação, um bom descanso e treinar, treinar e treinar, ao invés de procurar substâncias que lhe trarão efeitos a curto prazo, e efeitos colaterais a longo prazo.

Entre em contato

Entre em contato pelo (51) 99668.3253

contato@rocksantos.com.br 

 facebook-icon

Gostou? Compartilhe o site!